Tag: performance

Permanência, deslocamento, experiência

22 de dezembro de 2014 Críticas

Vol. VII, nº 63, dezembro de 2014

Resumo: Análise crítica de dois trabalhos apresentados no festival Atos de Fala: Os Serrenhos do Caldeirão: exercícios em antropologia ficcional, da coreógrafa portuguesa Vera Mantero, e Melodrama, da performer húngara Eszter Salamon. O texto apresenta uma reflexão sobre a relação que estes trabalhos estabelecem com o espectador e sobre a potencial dimensão de experiência proposta por eles.

Palavras-chave: performance, experiência, festivais, recepção, Jorge Larrosa

Abstract: Critical analysis of two performances in festival Atos de fala: Os Serrenhos do Caldeirão: exercícios em antropologia ficcional, by portuguese choreografer Vera Mantero, and Melodrama, by hungarian performer Eszter Salamon. It presents an investigation into the relationship that these works establish with the viewer and the potential aspect of experience proposed by them.

Keywords: performance, experience, festivals, reception, Jorge Larrosa

Diálogos com o presente: performáticos_inquietos_radicais

22 de dezembro de 2014 Estudos

Vol. VII, nº 63, dezembro de 2014

Resumo:

Esse artigo parte da experiência de curadoria e organização do projeto performáticos_inquietos_radicais (2013 – 2014) para apresentar questões relacionadas à presença da performatividade no teatro contemporâneo, e como essa atua frente às dinâmicas de fruição pública e em relação ao trabalho no âmbito de uma instituição cultural – o Sesc Belenzinho, em São Paulo. Trata-se de estudo de caso de sete edições (dentre nove realizadas até a data de publicação desse artigo) desse projeto, que iniciou em fevereiro de 2013, trazendo desde sua proposição até a realização o objetivo de apresentar e discutir qualidades de ações performáticas, para dar visibilidade às relações entre obras e público que emergem da cena contemporânea a partir desse viés.

Palavras chave: curadoria, Sesc Belenzinho, performatividade, dramaturgias contemporâneas.

Abstract: This article is based on the curatorial and organizational experiences of performáticos_inquietos_radicais Project (2013 – 2014), to bring some issues over the presence of performativity in contemporary theater, and as well to explore aspects of it facing public enjoyment, and dynamics within a cultural institution – in this case: SESC Belenzinho, in São Paulo. Introducing studies of seven editions and seven pieces (of nine already made up till the date of this publication) which have taken part in the Project. It started in February 2013, and since the beginning it has tried to fulfill performativities’ presentation also discussions, to give visibility for relations that emerging from the contemporary scene from that bias.

Key-words: curating, SESC Belenzinho, performativity, contemporary dramaturgy

Acidentes poéticos na topografia carioca

30 de junho de 2014 Críticas

Vol. VII, nº 62, junho de 2014

Resumo: Este artigo analisa a performance O Confete da Índia, de André Masseno, focalizando seus deslocamentos de tempo e espaço, que reconfiguram a percepção de uma topografia poética no Rio de Janeiro. Atravessada pelo contexto social e cultural do desbunde, nos anos 1970, pela atuação de ícones das linguagens musical, teatral e fotográfica, a performance relê tais referências, trazendo à cena contemporânea uma proposição singular: o desbunde num mundo sem desbunde.

Palavras-chave: êxtase, corpo, desbunde

Abstract: This article analyzes the performance O Confete da Índia, by André Masseno, focusing their time and space dislocations, which refigure the perception of a poetic topography in Rio de Janeiro. Crossed by the social and cultural context of the desbunde era, in the years 1970, by acting icons of musical, theatrical and photographic languages, the performance reread such references, bringing to contemporary scene a singular proposition: the desbunde era in a world without desbunde.

Keywords: extasis, body, desbunde

O Ritual-Exposição como recurso performativo autobiográfico

31 de março de 2014 Processos
Ritualização de si. Foto: Tania Alice.

O Ritual-Exposição: Ascendência-Imanência-Transcendência foi uma ação ritualística em homenagem aos antepassados, aos ancestrais. A ação foi realizada no dia 11 de março de 2014, exatamente no aniversário de um ano de falecimento do meu avô materno. O ritual foi iniciado em uma aula da pós-graduação da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UNIRIO), na disciplina intitulada Arte Relacional como Revolução dos Afetos – ministrada pela professora e performer Tania Alice. Esta disciplina propõe discutir e experimentar, de forma teórico-prática, a performance como potencializadora de afetos, numa dimensão espiritual da existência, através de uma abordagem ativa e crítica do conceito de Estética Relacional (BOURRIAUD, 2009) e da discussão de projetos de ASE (Socially Engaged Art – Arte Socialmente Engajada) (1). A disciplina também propõe discutir o conceito de ecosofia – proposta do livro As Três Ecologias (GUATTARI, 1990).

Homem Piano – uma instalação para a memória

26 de agosto de 2010 Processos
Foto: Elenize Dezgeniski

Para relatar o processo de criação do espetáculo Homem Piano – uma instalação para a memória é necessário esclarecer (mesmo que rapidamente) os meandros deste longo processo iniciado em 2008 com o Projeto de Pesquisa em Linguagem Cênica Narrativas Urbanas – interferências e contaminações. Na pesquisa inicial os intérpretes da CiaSenhas desenvolveram propostas de criação cênica a partir de um fato real veiculado pela mídia. Minha função era conduzir a pesquisa dos atores e desenvolver a dramaturgia dos projetos individuais. Sem a pretensão de montarmos um espetáculo, o objetivo desta fase era justamente a pesquisa de linguagem – treinos e procedimentos artísticos. Isso quer dizer, determo-nos em um processo de criação compartilhado e colaborativo e nele aprofundar o estudo prático sobre aspectos da narrativa em cena, tendo o ator criador como propositor.

Notes

  • Testando…

    O novo layout da Questão de Crítica está em fase de testes. Até o final desta semana entraremos com uma nova edição.

Newsletter

Edições Anteriores

Questão de Crítica

A Questão de Crítica – Revista eletrônica de críticas e estudos teatrais – foi lançada no Rio de Janeiro em março de 2008 como um espaço de reflexão sobre as artes cênicas que tem por objetivo colocar em prática o exercício da crítica. Atualmente com quatro edições por ano, a Questão de Crítica se apresenta como um mecanismo de fomento à discussão teórica sobre teatro e como um lugar de intercâmbio entre artistas e espectadores, proporcionando uma convivência de ideias num espaço de livre acesso.

Edições Anteriores

Patrocínio