Autor Nicole Cordery

Diário de uma atriz em confinamento e em criação

30 de junho de 2020 Processos

Fui investigar agora e vi que começamos a nos falar, eu e Mauro Schames, sobre qualquer coisa aleatória, em 18 de março. Eu estava em casa, já em quarentena, desde o dia 16. Já tínhamos nos visto umas 4, 5 vezes. Temos as mesmas agentes. Já nos vimos em cena. Não éramos amigos. No dia 18 de março um perguntou pro outro:

– E você, tá bem de quarentena?

No dia 02 de abril já tínhamos lido pela primeira vez o texto A história dos ursos pandas (contada por um saxofonista que tem uma namorada em Frankfurt) de Matei Visniec, proposto pelo Mauro, cada um na frente do seu computador. Logo pintou um primeiro edital e nós dois batemos a cabeça fazendo testes de como iríamos nos filmar para propor esse texto ao edital do Itaú Cultural, que tinha inscrições abertas entre 06 a 10 de abril. Depois de algumas tentativas mal sucedidas de filmagens de trechos de cenas da peça, Mauro sugeriu sabiamente Bruno Kott para a direção. Eu nunca tinha ouvido falar nele e descobri, depois, que ele já havia me visto em cena. Bruno e eu nunca nos encontramos pessoalmente. E isso é incrível.

Diário de bordo de uma atriz

22 de dezembro de 2014 Processos

Vol. VII, nº 63, dezembro de 2014

Resumo: Diário de bordo e reflexões da atriz Nicole Cordery sobre o processo de ensaios da peça Dissecar uma nevasca, de Sara Stridsberg, dirigida pela sueca Bim de Verdier, desde abril de 2014. Descrição das diferentes etapas do processo de ensaios feitos no Brasil e na Suécia, e do poder da ação do tempo nesse processo.

Palavras-chave: teatro, dramaturgia sueca, elenco brasileiro, ensaios no Brasil, ensaios na Suécia, Sesc Belenzinho, Uppsala, Wik, Dissecar uma nevasca, Dissekering av ett snöfall

Résumé: Journal de bord et pensées de la comédienne Nicole Cordery autour du travail et des répétitions du spectacle Disséquer une Tempête de Neige, de Sara Stridsberg, mise en scène par Bim de Verdier, depuis Avril 2014. Description des diverses étapes de la production et des répétitions réalisées au Brésil et en Suède, suivi d’une discussion du pouvoir et de l’action du temps sur ce projet.

Mots-clé: théâtre, dramaturgie suédoise, troupe brésilienne, répétitions au Brésil, répétitions en Suéde, Sesc Belenzinho, Uppsala, Wik, Disséquer une Tempête de Neige, Dissekering av ett snöfall

Notes

Newsletter

Edições Anteriores

Questão de Crítica

A Questão de Crítica – Revista eletrônica de críticas e estudos teatrais – foi lançada no Rio de Janeiro em março de 2008 como um espaço de reflexão sobre as artes cênicas que tem por objetivo colocar em prática o exercício da crítica. Atualmente com quatro edições por ano, a Questão de Crítica se apresenta como um mecanismo de fomento à discussão teórica sobre teatro e como um lugar de intercâmbio entre artistas e espectadores, proporcionando uma convivência de ideias num espaço de livre acesso.

Edições Anteriores