Tag: alexandre mello

A poética do espectador

19 de maio de 2011 Críticas
Rogério Garcia e Leonardo Chaves. Foto: Sergio Santoian.

Solano e Rios são dois atores que perambulavam pelas estradas empoeiradas de uma Espanha medieval, herdeiros de uma tradição cômica dotada de cinismo, ironia e alegria e que, muito provavelmente, faziam a festa da multidão em eventos não oficiais, tanto nas praças quanto nas feiras públicas do longínquo século XVII. Mikhail Bakhtin já havia identificado o caráter anárquico e carnavalesco desse pano de fundo social-popular na obra literária de François Rabelais. E é no interior desse contexto histórico que os dois pândegos famintos se desviam de suas rotas, fugindo de cobradores que resolvem acertar suas contas, e acabam caindo de pára-quedas na, não menos anárquica, festiva, idosa e erótica Copacabana, Espaço SESC, no Rio de Janeiro do século XXI. Deixam para trás sua terra natal e caminham longe, cruzando as fronteiras mais vastas de estilos, estéticas e influências artísticas.

Adultério

10 de maio de 2008 Críticas

 

Foto: divulgação.

Para compreendermos o que acontece com a peça Quatro Pessoas precisamos olhar brevemente para o texto original e lembrar o que se passava na época de sua gênese. Mario de Andrade pesquisou durante um bom tempo de sua vida quais eram os aspectos humanos que formavam as características do brasileiro. Chegou a formular estereótipos bem reconhecíveis em nossa sociedade. Resgatou uma cultura nacional extremamente ligada às nossas raízes indígenas e africanas, deixando uma larga contribuição registrada em sua obra, como em Danças Dramáticas do Brasil: Folclore.

Notes

Newsletter

Edições Anteriores

Questão de Crítica

A Questão de Crítica – Revista eletrônica de críticas e estudos teatrais – foi lançada no Rio de Janeiro em março de 2008 como um espaço de reflexão sobre as artes cênicas que tem por objetivo colocar em prática o exercício da crítica. Atualmente com quatro edições por ano, a Questão de Crítica se apresenta como um mecanismo de fomento à discussão teórica sobre teatro e como um lugar de intercâmbio entre artistas e espectadores, proporcionando uma convivência de ideias num espaço de livre acesso.

Edições Anteriores