Autor Diego Reis

A crítica sem juízo: entre o cânone e o consenso

25 de abril de 2016 Estudos

Vol. IX, nº 67 abril de 2016 :: Baixar edição completa em PDF

Resumo: Este ensaio tem por objetivo pensar o campo da crítica de arte nos últimos vinte anos. E, de modo especial, a crítica teatral diante do diagnóstico de esvaziamento e perda de força com que se depara, seja com a redução do espaço da crítica nos veículos de comunicação de massa, seja o lugar de estabilidade entre o cânone e o consenso que parece caracterizar os exercícios críticos recentes.

Palavras-chave: crítica, recepção, juízo estético, cânone, consenso

Abstract: This essay aims to discuss the field of art critique in the last twenty years. The discussion focus especially in the theater critic, faced with the diagnosis of the latest draining and loss of strength that confronts it, either by reducing the critical space in the mainstream media, either by the place of stability between the canon and the consensus that seems to characterize the recent critical exercises.

Keywords: critical reception, aesthetic judgment, canon, consensus

 

 

“O crítico é um leitor que rumina. Deveria, por isso, ter mais de um estômago.”

Friedrich Schlegel

14.654 Tróias

27 de agosto de 2013 Críticas
Foto: Rany Carneiro.

Sentei-me sem perguntas à beira da terra,
e ouvi narrarem-se casualmente os que passavam.
Tenho a garganta amarga e os olhos doloridos:
deixai-me esquecer o tempo,
inclinar nas mãos a testa desencantada,
e de mim mesma desaparecer,
— que o clamor dos homens gloriosos
cortou-me o coração de lado a lado.

(Cecília Meireles. In: Mar Absoluto)

Guerras: Médicas; Púnicas; Hussitas. Das Rosas; Do Peloponeso; De Secessão e Sucessão. Dos 100, 13, 30 ou 80 anos. Mundiais. Ao longo de milênios, 14.654 guerras, – em permanente expansão numérica: intermitentes, ilimitadas, diplomáticas, de guerrilha; civil, revolucionária, subversiva, fria; nuclear, biológica ou química. A história do homem é também a história das guerras.

Retornar à Guerra de Troia, a mais emblemática das guerras de que se tem notícia. Embarcar em naus rumo aos episódios legendários, que nos chegaram pela via da poesia épica de Homero, de existência tão controversa e enigmática quanto à autoria de suas obras, inauguradoras da literatura ocidental: a Ilíada e a Odisseia.

Notes

Newsletter

Edições Anteriores

Questão de Crítica

A Questão de Crítica – Revista eletrônica de críticas e estudos teatrais – foi lançada no Rio de Janeiro em março de 2008 como um espaço de reflexão sobre as artes cênicas que tem por objetivo colocar em prática o exercício da crítica. Atualmente com quatro edições por ano, a Questão de Crítica se apresenta como um mecanismo de fomento à discussão teórica sobre teatro e como um lugar de intercâmbio entre artistas e espectadores, proporcionando uma convivência de ideias num espaço de livre acesso.

Edições Anteriores