Vol. VI, nº 57, julho de 2013

30 de julho de 2013 Editoriais

A edição de julho de 2013 está concentrada na seção de críticas. Neste mês, divulgamos os indicados do primeiro semestre de 2013 ao 3º Prêmio Questão de Crítica, que estão listados abaixo.

Neste mês, Daniele Avila Small e Renan Ji escrevem sobre a peça As horas entre nós, espetáculo livremente inspirado em Mrs Dalloway, de Virginia Woolf. O projeto foi idealizado por Cristina Flores e Joelson Gusson, com dramaturgia de Diego de Angeli e do próprio Joelson, que assina a direção.

Dinah Cesare escreve sobre dois espetáculos. Laboratório Karamázov é um espetáculo dirigido por Celina Sodré, que parte de um roteiro livremente adaptado do romance Os irmãos Karamázov de Fiódor Dostoiévski e de fragmentos de Meu marido Dostoiévski de Anna Dostoievskaia, realizado no Instituto CAL de Arte e Cultura. Vermelho amargo, de Bartolomeu Campos de Queirós é uma peça criada pela Companhia Aberta, com Daniel de Carvalho Faria e Davi de Carvalho, dirigida por Diogo Liberano, em cartaz no Sesc, com segunda temporada programada para o Teatro Eva Herz.

Dâmaris Grün escreve sobre O patrão cordial, espetáculo mais recente da Companhia do Latão, com dramaturgia e direção de Sérgio de Carvalho. O espetáculo tem como ponto de partida a peça O Senhor Puntila e seu criado Matti, de Bertold Brecht e o livro As raízes do Brasil, de Sérgio Buarque de Hollanda. A peça fez sua estreia no CCBB.

Daniel Schenker escreve sobre Adágio, espetáculo da Artesanal Cia. de Teatro, texto de Gustavo Bicalho e Mauro Siqueira, com direção de Gustavo Bicalho e Henrique Gonçalves, que esteve em cartaz no CCBB.

Patrick Pessoa escreve sobre Breu, texto de Pedro Brício encenado por Maria Silvia Siqueira Campos e Miwa Yanagizawa, que fez nova temporada no Galpão Gamboa recentemente, com Kelzy Ecard e Natalia Gonsales.

Colaboraram nesta edição:

Dâmaris Grün, Daniel Schenker, Daniele Avila Small, Dinah Cesare, Renan Ji, Patrick Pessoa.

Editora:

Daniele Avila Small.

Notes

Newsletter

Edições Anteriores

Questão de Crítica

A Questão de Crítica – Revista eletrônica de críticas e estudos teatrais – foi lançada no Rio de Janeiro em março de 2008 como um espaço de reflexão sobre as artes cênicas que tem por objetivo colocar em prática o exercício da crítica. Atualmente com quatro edições por ano, a Questão de Crítica se apresenta como um mecanismo de fomento à discussão teórica sobre teatro e como um lugar de intercâmbio entre artistas e espectadores, proporcionando uma convivência de ideias num espaço de livre acesso.

Edições Anteriores