Vol. III, nº 21, maio de 2010

31 de maio de 2010 Editoriais

A edição de maio de 2010 reflete o desejo da Questão de Crítica de olhar para mais espetáculos de fora do Rio de Janeiro.

Neste mês, publicamos três textos sobre a cena teatral de Curitiba, aqui representada por duas importantes companhias da cidade, a Cia Vigor Mortis e a Cia Brasileira de Teatro, e pela crítica de teatro Luciana Romagnolli. Da Cia Vigor Mortis, a peça Manson Superstar, que tem direção de Paulo Biscaia Filho é analisada por Raphael Cassou, que assistiu o espetáculo no Festival de Curitiba. O espetáculo Vida, da Cia Brasileira de Teatro, dirigido por Marcio Abreu, é analisado por Luciana Romagnolli, que assistiu a montagem em Curitiba, e por Daniele Avila Small, que viu o espetáculo no Rio de Janeiro e escreve a partir de uma aproximação com a peça Otro, do Coletivo Improviso, dirigida por Enrique Diaz e Cristina Moura. Publicamos também uma crítica de Dinah Cesare sobre Otro, que esteve em cartaz no Espaço Cultural Sergio Porto, na programação do Projeto Entre.

De São Paulo, Valmir Santos faz a crítica de Policarpo Quaresma, espetáculo em que Antunes Filho faz sua leitura do romance de Lima Barreto.

Colaboraram nesta edição:

Daniele Avila Small, Dinah Cesare, Luciana Eastwood Romagnolli, Raphael Cassou, Valmir Santos.

Editoras:

Daniele Avila Small e Dinah Cesare.

Notes

Newsletter

Edições Anteriores

Questão de Crítica

A Questão de Crítica – Revista eletrônica de críticas e estudos teatrais – foi lançada no Rio de Janeiro em março de 2008 como um espaço de reflexão sobre as artes cênicas que tem por objetivo colocar em prática o exercício da crítica. Atualmente com quatro edições por ano, a Questão de Crítica se apresenta como um mecanismo de fomento à discussão teórica sobre teatro e como um lugar de intercâmbio entre artistas e espectadores, proporcionando uma convivência de ideias num espaço de livre acesso.

Edições Anteriores